Diocese inicia Novenário e Festa da Padroeira em Juazeiro BA


Com o tema “Maria Mãe da Misericórdia”, foi lançada oficialmente, a programação da Festa da Padroeira de Juazeiro, Nossa Senhora das Grotas, no Auditório Papa Francisco localizado na Casa Paroquial da Catedral-Santuário.
 
Há 310 anos, a tradição na Diocese de Juazeiro tem levado os fiéis a demostrarem o seu amor e devoção à imagem encontrada por um índio às margens do Rio São Francisco no ano de 1706. A abertura do novenário acontece no dia 30 de agosto e segue em preparação para a festa do dia 8 de setembro.

No dia 7 de setembro, logo após a missa às 21h, haverá uma carreata de envio da imagem de N. Sra. das Grotas para a Igreja Matriz da Paróquia Santa Terezinha do Menino Jesus no bairro: Piranga, em Juazeiro, de onde a santa sairá no dia 8 de setembro às 17h. 

 
Esse ano também acontece a celebração especial voltada para os 13 anos de bispado do bispo Dom José Geraldo da Cruz e a passagem de pastoreio à Dom Carlos Alberto, que é bispo coadjutor da Diocese. A cerimônia acontece durante missa campal no último dia de novena, na Praça da Catedral.

“Vamos aguardar, pois acreditamos que o Papa Francisco deve assinar a demissão até sete de setembro”, disse Dom José Geraldo, que ressaltou ainda os serviços dedicados ao plano pastoral da Diocese.
 
“Não digamos que será um legado, mas continuarei ajudando no serviço da diocese como bispo emérito, vou permanecer em Juazeiro, acreditando que a missão deve continuar para o andamento do projeto do reino de Deus”, acrescenta Dom José Geraldo.

O vigário geral de Diocese de Juazeiro, Padre Josemar Mota ressalta que o objetivo da festa é “refletir sobre a misericórdia divina, que nos foi revelada em Jesus de Nazaré, quando nos mostrou que o caminho para estarmos em comunhão com Deus – Pai é o caminho da compaixão para com os irmãos. Desejamos ser uma igreja misericordiosa, samaritana, comprometida com a vida, estendendo as mãos aos irmãos, principalmente os pobres e sofredores”, frisa Josemar Mota.

Fonte: http://www.odiariodaregiao.com/novenario-e-festa-da-padroeira-de-juazeiro-sao-lancados-oficialmente-na-diocese/ 

Bairro dominado por prostituição segue rotina um ano após denúncia

Jardim Paraíso, em Rio Preto, também tem casos de tráfico de drogas.
TV TEM mostrou situação dos moradores há um ano.

Mulheres fazem prostituição em plena luz do dia (Foto: Reprodução / TV TEM)
Mulheres fazem prostituição em plena luz do dia
(Foto: Reprodução / TV TEM)

Após um ano da reportagem feita pela TV TEM sobre a situação de risco que vivem moradores do bairro Jardim Paraíso, em São José do Rio Preto (SP), por causa do tráfico de drogas, prostituição e violência, uma equipe de reportagem voltou ao local e ouviu de moradores que pouca coisa mudou de um ano para cá.

Anel com um botão de 'pânico' pode garantir a segurança dos usuários

Anel é discreto e ajuda na segurança do usuário 
 
Ao ativar o dispositivo de segurança por três segundos, os contatos cadastrados receberão um alerta para fornecer ajuda.

Venha participar conosco!!!


Concentração as 07:00 na Orla Nova.

Como as rotinas de crianças podem ser profundamente marcadas por gênero?

 

Relações de gênero permeiam o cotidiano das crianças desde cedo. Meninas e meninos aprendem, por processos ora sutis, ora escancarados, qual é o lugar social que devem ocupar na sociedade em função de seu sexo. Procurando compreender como crianças vivenciam essas relações de gênero em suas rotinas fora da escola, realizamos uma pesquisa que foi publicada no artigo Casa, rua, escola: gênero e escolarização em setores populares urbanos (SENKEVICS & CARVALHO, 2015). Neste texto, trazemos uma síntese de nossos resultados.
 
Por Adriano Senkevics, do Ensaios de Gênero

Menina trocada por cabra: a tragédia do casamento infantil no Afeganistão

O caso provocou indignação no Afeganistão. E é indício de um problema ainda muito maior, que persiste apesar de inúmeras campanhas.
 
Do Uol
 
Trata-se de uma família rural – e extremamente pobre – afegã que vendeu sua filha de 6 anos a um homem mais velho, de cerca de 40 anos, em troca de uma cabra. A informação foi confirmada à BBC por funcionários do governo.

Chile discute aborto após menina de 11 anos engravidar de padrasto

eldinamoChile pode legalizar aborto em caso de estupro, de risco à vida da mãe e de inviabilidade do feto. Foto: El Dínamo

 
No Chile, uma menina de 11 anos engravidou após ter sido estuprada por seu padrasto, de 41 anos. O crime, revelado nesta semana, gerou indignação no país, onde não há previsão legal de aborto. O caso ocorreu na cidade de Villarrica, na região da Araucanía.

São Paulo tem a primeira delegacia da mulher com atendimento 24 horas

 

A primeira delegacia com atendimento 24 horas especializado e multidisciplinar às mulheres vítimas de violência já começou a funcionar em São Paulo.
 
A portaria foi publicada no “Diário Oficial” no último sábado (20), e que já entrou em vigor, estabelece atendimento a mulheres vítimas de violência no período noturno, nos fins de semanas e feriados. O atendimento diurno, segundo a portaria, continua a ser realizado de segunda a sexta, nas unidades especializadas subordinadas às delegacias seccionais da polícia.

Os filhos da mãe também são do pai


A mãe dá a bronca, o pai afrouxa. A mãe educa, o pai se omite. A mãe ensina, o pai brinca. Não são poucas as vezes em que o senso comum perpetua essas frases como exemplos da criação dos filhos, suscitando rivalidade e descompasso em um processo — criar filhos — que diz respeito a uma parceria.

Diocese de Juazeiro e Setor da Juventude realizam mesa redonda contra o extermínio de Jovens no município

 

 
Atos de brutalidade têm sido cada vez mais frequentes na sociedade. Segundo o Atlas da Violência (2015), o Brasil registrou 59.627 homicídios em 2014. O Nordeste foi a região com maior índice, tendo a Bahia um aumento de 132,6%. Juazeiro, no Norte da Bahia, é considerada uma das 20 cidades mais violentas do Estado, tendo, em média, 3 homicídios por dia. No geral, os jovens entre 15 e 29 anos são as principais vítimas, tendo um aumento de 4.415 vítimas em 1980 para 24.882 em 2012.

Ação Cidadã Sou Pai Responsável continua com atendimentos em Juazeiro

 


A intensificação da Ação Cidadã Sou Pai Responsável da Defensoria Pública do Estado da Bahia - DPE, que garante a realização gratuita de exames de DNA para reconhecimento da paternidade, prossegue acontecendo na sede da Defensoria de Juazeiro / Bahia. Interessados em participar da ação devem procurar a Defensoria, localizada na Rua do Paraíso, 152, Santo Antônio, nesta cidade, Telefone: 74.3611-1431, munidos com Certidão de Nascimento da criança e/ou adolescente; RG; CPF e comprovante de residência das partes (mãe e suposto pai).

Maria da Penha: É difícil mudar a cultura machista do Brasil


Símbolo brasileiro da luta contra a violência doméstica e familiar contra as mulheres, a biofarmacêutica e ativista Maria da Penha afirmou em entrevista.com que ainda há muito o que fazer para alterar o desafio da cultura da violência no Brasil.
 
“É difícil mudar a cultura machista do Brasil. A Lei Maria da Penha tem como objetivo reverter a mentalidade violenta que conduz a relação entre homens e mulheres no Brasil”, explicou.

Papa condena exploração sexual e tráfico de pessoas

Papa Francisco acena para os fiéis em desfile em carro aberto, na chegada ao Palácio Arcebispos de Cracóvia, nas comemorações do Dia Mundial da Juventude
 

Através de uma mensagem no Twitter, o papa Francisco lembrou o Dia Internacional da Lembrança do Tráfico de Escravos e sua Abolição e condenou a prática da exploração de pessoas.  “O tráfico de seres humanos, de órgãos, o trabalho forçado e a prostituição são escravidões modernas e crimes contra a humanidade”, escreveu hoje (23) o líder católico.

 
 
Desde que assumiu o Pontificado, Jorge Mario Bergoglio condena fortemente o tráfico de pessoas e o trabalho forçado e cita a questão, especialmente, sempre quando uma nova tragédia com imigrantes ocorre na Europa. Em diversas homilias e mensagens, ele lembra dessas “novas formas de escravidão” e pede a renovação da sociedade para um sistema mais justo.
 

Tramita na Câmara de Juazeiro projeto que proíbe contratação de agressores de mulheres

Começou a tramitar na Câmara Municipal de Juazeiro (BA) o Lei Federal Nº 11.304/2006 que proíbe o Executivo Municipal de contratar e empossar servidores públicos, para serviço temporário, como cargo de comissão, ou função de confiança, condenados pela “Lei Maria Penha” pelo período de até cinco anos.

Falso emprego pode ter atraído mais de 40 vítimas para prostituição
























A polícia está investigando o número de mulheres que foram vítimas de Dario Andrade Salomão, 27 anos, suspeito de atrair vítimas anunciando falsas vagas de emprego para obrigá-las a se prostituírem. 

Segundo a delegada Maria Selma Lima, titular da 16ª Delegacia (Pituba), no celular do suspeito foram encontradas mais de 40 pastas com fotos e vídeos de mulheres diferentes, que podem ter sido vítimas de Dario.
 
 Até o momento, apenas uma vítima registrou queixa na delegacia, que deu início às investigações. De acordo com a delegada, a jovem de 18 anos teria se recusado a continuar trabalhando como prostituta e procurou a polícia depois que foi ameaçada de morte.

Prostituição e Olimpíadas: faces da barbárie capitalista


As Olimpíadas, como tudo que é tocado pela “mão invisível do mercado”, é um dos produtos mais caros e que traz inúmeros retornos financeiros para todos os envolvidos (patrocinadores, redes de televisão, investidores privados, empresários do esporte etc.). Negociações que incluem todo tipo de marketing em cima dos atletas, adequação dos horários das transmissões em função de interesses privados - em detrimento da saúde dos atletas -, doping e disputas políticas são o pano de fundo que fazem parte desse megaevento.

Rio 2016 não está sendo rentável para a prostituição


O mito da alta procura por serviços sexuais em época de grandes eventos caiu por terra durante as Olimpíadas de 2016 no Rio de Janeiro. Boa parte das prostitutas que investiram em anúncios em grandes sites e cursos intensivos de inglês está amargando um belo dum prejuízo, nos diz Giovana, profissional que preferiu identificar somente seu primeiro nome.
 
Por Amara Moira e Monique Prada*

Mulheres dispensam anticoncepcional devido a risco de reações

Apesar da tendência, médicos minimizam perigo e chamam atenção para importância de avaliar cada caso

 
POR PAULA FERREIRA, do O Globo 
 
Carolina, Fernanda, Júlia, Lara, Larissa e Viviane são jovens de 19 a 26 anos que compartilham uma decisão importante: todas escolheram parar de tomar pílulas anticoncepcionais. Elas aderiram a um movimento de mulheres que estão deixando de lado esse método contraceptivo devido ao temor ou à insatisfação em relação a possíveis efeitos colaterais associados ao remédio, como redução de libido, alterações de humor e, em casos raros, trombose venosa. A decisão, porém, é vista com cautela por médicos, para quem os riscos são pequenos e, por isso, devem ser avaliados individualmente. Especialistas ouvidos pelo GLOBO dizem que os benefícios da pílula são, de modo geral, maiores que eventuais efeitos negativos. Na opinião deles, as reações adversas ocorrem quando falta orientação médica.
 

PRF elimina pontos de prostituição nas rodovias


Os trabalhos desenvolvidos pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) para combater a exploração sexual de crianças e adolescentes apresentam resultados e, em agosto, a sede de Ponta Grossa completa 21 meses desde o último crime do gênero flagrado nas rodovias federais da região. Para chegar a esse número, a PRF realiza uma série de trabalhos, em conjunto com órgãos governamentais e ONGs, que promovem ações de combate.

Um ano após aparecer como prostituta em cartazes, jovem está sem trabalho e ainda sofre com mensagens


Bruna Brito ainda não conseguiu retomar sua rotina após cartaz
Reprodução/Facebook
 
Foram quatro meses afastada do trabalho. Com depressão após ser vítima de difamação e ver cartazes espalhados pelas ruas do bairro onde trabalhava como analista financeira com sua foto anunciando uma promoção de seus serviços como garota de programa, a vida da estudante Bruna Brito, 24 anos, mudou. Ela parou de estudar e de trabalhar, começou a tomar remédio e fazer acompanhamento psicológico.

PASTORAL DA MULHER: UMA SEMENTE DE LUZ QUE SEMEIA ESPERANÇA HÁ 38 ANOS


Na semana de aniversário do projeto, as mulheres foram

presenteadas com uma programação especial.
 

Em 1978, uma história se inicia cheia de sonhos, desafios e esperanças.

O encontro, a união e o compromisso de pessoas possibilitou a criação da instituição para atendimento e acompanhamento das mulheres em contexto de prostituição e vulnerabilidade social.

Francisco, Jesus e as Mulheres

O papa Francisco nomeou uma comissão para analisar se as mulheres devem ter acesso ao diaconato, como já ocorre com homens solteiros ou casados. Diácono ocupa, na hierarquia, um grau abaixo do sacerdócio. Pode presidir matrimônios e batizar, mas não celebrar missa. Havia diaconisas na Igreja primitiva.

O que eu aprendi trabalhando em um club de strip-tease


Eu comecei a trabalhar em um club de strip-tease como garçonete. Minha "entrevista" consistia em andar pelo bagunçado escritório, no andar de cima de um club no centro da cidade. O gerente ficou me olhando e daí chamou um outro gerente do club e disse: "Eu tenho uma linda garota aqui para você e ela vai dançar para nós dentro de pouco tempo".
Por Danielle Campoamor

Após queda de até 50%, Olímpiada reergue mercado da prostituição no Rio

Melissa*, de 25 anos, é uma novata nas ruas da Vila Mimosa. Pintou os cabelos crespos de loiro pois acredita que isso a valoriza. Ela tenta colocar a vida financeira em ordem no próximo mês. A jovem, que começou a se prostituir há três meses, precisa pagar a dívida da mãe com um agiota de Caxias, onde mora. Ela é mais uma menina que tenta lucrar com os Jogos Olímpicos vendendo o corpo — um mercado aberto a interessadas.

Pastoral da Mulher promove ações de saúde e beleza para celebrar 38 anos na defesa dos direitos das mulheres em situação de prostituição


Para comemorar seus 38 anos dedicados à defesa dos direitos humanos das mulheres em situação de prostituição, a Pastoral da Mulher realizará uma programação especial para o público atendido em sua sede.
 
As mulheres terão acesso à realização de exames preventivos e orientações médicas (12 de agosto), bem como a oportunidade de levantar a autoestima com serviços gratuitos de limpeza de pele, design de sobrancelhas e escova (8 de agosto). Uma celebração para festejar a caminhada da instituição acontecerá no dia 10 de agosto, data oficial do aniversário.

PASTORAL DA MULHER COMEMORA 38 ANOS!


O sonho agridoce das prostitutas da Olimpíada


 
Mulheres de todo o país chegaram ao Rio com a intenção de se prostituir. Atraídas pelo fluxo de turistas durante a Olimpída e a oferta de uma boate recém reaberta, elas deixaram família, filhos e estudos para trás para tentar fazer uma pequena fortuna.

Travesti doutoranda e prostituta, Amara Moira narra sua vida em livro

Doutoranda em crítica literária pela Unicamp -onde estuda "o intraduzível em 'Ulysses', de James Joyce", explica- e prostituta em Campinas (SP), Amara lança "E Se Eu Fosse Puta", um relato autobiográfico da sua transição de gênero e de experiências como profissional do sexo.
 
A clientela estrangeira deve se concentrar em Copacabana e deixar desertos os bordéis do centro histórico e da Vila Mimosa, área próxima ao estádio do Maracanã onde trabalham cerca de 4.000 prostitutas
 
Há um ano que Ingrid trocou a roupa de enfermeira pela lingerie, seu uniforme nos clubes de prostituição do Rio de Janeiro, mas a expectativa de ganhar mais dinheiro se frustrou em um Brasil em crise e com Jogos Olímpicos vistos com receio pelas profissionais do sexo.

Regulamentação da prostituição confronta prostitutas e feministas radicais

Mulheres se prostituem em uma boate no centro do Rio de Janeiro. LUISA DÖRR
 
Projeto de lei enfrenta o Congresso mais conservador da história do Brasil e a oposição de um grupo de mulheres à legalização das casas de prostituição.