terça-feira, 5 de setembro de 2017



A Pastoral da Mulher de Juazeiro participará mais uma vez do movimento do "Grito dos Excluídos"  que acontecerá durante o Desfile Cívico de 7 de Setembro. A Concentração acontecerá a partir de 07h da manhã na orla de Juazeiro.

O Grito dos Excluídos é um conjunto de manifestações que acontecem em nível nacional durante a semana da pátria e tem como objetivo dar visibilidade às questões sociais, denunciar os mecanismos sociais de exclusão e opressão e reivindicar e propor alternativas para o fim da desigualdade e para efetivação da democracia.  

Fonte: Pastoral da Mulher 

quinta-feira, 31 de agosto de 2017

Reunião do Grupo Cirandas Parceiras


O grupo Cirandas Parceiras se reuniu na manhã desta quinta feira, 31/08/2017, para mais um encontro de profissionais que compõe a rede sociassistencial do município de Juazeiro/BA. Estiveram presentes representantes dos CRAS Itaberaba e João Paulo II, CREAS, CIAM, NASF, NAPSI, Ronda Maria da Penha, Secretaria de Desenvolvimento Social, além da equipe da Pastoral da Mulher.

Na oportunidade foram discutidos dois casos que perpassam por diverss equipamentos e a rede pode apontar caminhos, mesmo diante de todos os desafios e fragilidades enfrentados pelos serviços. Os estudos são umas das grades potencialidades do grupo. Também foram pensadas ações conjuntas de enfrentamento a exploração sexual e o tráfico de pessoas em alusão ao dia 23 de setembro, Dia Internacional de Enfrentamento ao Tráfico de Seres Humanos.


O Cirandas tem sido um espaço de grande relevância para os profissionais e tem oportunizado momentos de reflexão, aprendizagem, troca de experiências e construção coletiva.

Fonte: Pastoral da Mulher.


quarta-feira, 30 de agosto de 2017

Pastoral da Mulher Realiza Último Estudo Preparatório para o Encontro da Rede Oblata


Na tarde de segunda-feira, 28 de agosto de 2017, a equipe da Pastoral se reuniu para o ultimo estudo preparatório para o Encontro da Rede Oblata, que acontecerá em São Paulo nos dias 11 a 15 de setembro. Fernanda Lins, Coordenadora da Pastoral da Mulher conduziu o tema: “Prostituição e Espiritualidade Oblata.

terça-feira, 29 de agosto de 2017

VIII Encontro de Mulheres. Mulheres Tecendo História, Construindo Caminhos.


O VIII Encontro de Mulheres, "Mulheres Tecendo Histórias, Construindo Caminhos", promovido anualmente pela Pastoral da Mulher de Juazeiro, aconteceu no dia 24/08/2017, no Centro de Treinamento de Lideres da Diocese (CTL), no distrito de Carnaíba.

Equipe da Pastoral da Mulher participa da apresentação do curta-metragem "Quebrando o Silêncio"

Na última segunda-feira, dia 28,  aconteceu a apresentação do curta-metragem Quebrando o Silêncio, uma produção de HF Produções Artísticas e da Companhia de Teatro e Cinema Cisnes Selvagens.
 
Com duração de 28 minutos, o filme teve o objetivo de analisar criticamente a violência contra a mulher na sociedade atual. “A ideia é refletir sobre as diferentes manifestações de violência em suas vidas pessoais e na comunidade. A partir do filme pode-se pensar em como solucionar essa situação, refletir sobre normas sociais de gênero que reforçam certos tipos de violência e, então, encorajar a mulher a proteger-se e buscar seus direitos”, afirma o Diretor do filme, Hertz Félix.

sexta-feira, 25 de agosto de 2017

De Juazeiro a Jerusalém - A Extensão Sem Fronteiras Atividades de intercâmbio entre Uneb e Universidade de Padova (Itália) são apresentadas em vídeo no campus de Juazeiro (BA).




Na próxima segunda-feira, 28/08, às 19h será lançado no Departamento de Ciências Humanas, campus III - Juazeiro da Universidade do Estado da Bahia (DCH III/UNEB), o vídeo apresentado no III Congresso Mundial SCHOLAS OCCURRENTES, um projeto social do Papa Francisco. A UNEB esteve representada no evento ocorrido em Jerusalém através do pesquisador italiano Nicola Andrian que desenvolve a pesquisa INTEREURISLAND, em Co - Tutela entre o Curso de doutorado em Ciências Pedagógicas, da Educação e da Formaçao FISPPA, UNIPD e o Programa de Pós-Graduação em Educação e Contemporaneidade PPEGEduC da UNEB. 

quarta-feira, 23 de agosto de 2017

Se não posso ter você, ninguém pode": o que pensam os homens violentos?


Por Regina Navarro Lins*
22/08/2017 15h52
 
Crédito: Getty Images
 
Pelo menos 29% das mulheres brasileiras afirmaram ter sofrido violência doméstica física, verbal ou psicológica em 2016, de acordo com pesquisa realizada este ano pelo Datafolha a pedido do Fórum Brasileiro de Segurança Pública. O estudo calcula que 503 mulheres foram vítimas de agressões físicas a cada hora. Para piorar essas estatísticas, em dois dias, três mulheres foram agora assassinadas por seus companheiros em São Paulo.